__________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________ MUCABA ANGOLA C.CAÇ.2613: O DESPERTAR DOS COMBATENTES

2007-02-01

O DESPERTAR DOS COMBATENTES

Foi com enorme prazer que encontrei na minha caixa postal , o livro do Joaquim Coelho “ O Despertar dos Combatentes “ , esta não foi para mim a surpresa, porque já estava à espera, dado que o autor já me tinha prometido enviar.

A surpresa para mim, ( e ainda só li menos de metade ) foi verificar que as episódios narrados pelo camarada Joaquim Coelho, se passaram, pelo menos até onde eu li, nos mesmos locais, mais ou menos por onde eu andei, o meu Batalhão o 2891, cuja CCS se encontrava na Damba a minha Companhia a 2613 em Mucaba. Foi como reviver a minha passagem pelo Norte de Angola ressalvando as diferenças nos acontecimentos e no tempo , a uma distância de oito anos . Os pensamentos do autor, confesso que foram também muitas vezes os meus pensamentos.

Ele viveu directamente os acontecimentos de 1961, e toda aquela cena de horrores que se seguiram , em 1969 as sequelas ainda se mantinham vivas, tanto da parte dos colonos, como da parte de muitos dos naturais que escaparam ao turbilhão, que foi o eclodir do terrorismo.

Vou continuar a ler, e aconselho vivamente, a todos aqueles que combateram nas matas do Norte de Angola, e no geral a todos os antigos combatentes que leiam esta obra, vão com certeza rever-se em muitas das estórias nele contadas.
Ao Joaquim Coelho, o meu muito obrigado por ter a coragem de pôr preto no branco, aquilo que muitos pensam, e por comodismo ou falta de coragem, não o dizem.

Bem haja.

7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Também estive na mesma zona, o meu Batalhão era o 3860, a CSS estava na Damba, a CART 3450 na Mucaba, a 3451 a minha companhia, no Lucunga e a 3452 no Chimacongo.
Saudações a todos.

11:20 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Acrescento, ao meu comentário anterior que na serra da Mucaba, ficaram para sempre, 17 camaradas da CART 3450.

11:36 da manhã  
Anonymous Joaquim Coelho said...

Amigo Edgar Moreno,
Fico grato pela apreciação ao Livro. É mais um incentivo para publicar os restantes livros sobre Moçambique, e outros testemunhos de Angola, Guiné e Moçambique, coisa a que as editoras não dão grande importância.
Um abraço e parabéns por esta página. Joaquim Coelho

5:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Antes de mais um abraço para todos os Ex. Combatentes,principalmente para os que estiveram em Mucaba.
Eu fiz parte de Cart. 3452 do Batalhão 3860 "OS FALCÕES" que ficou sedeada em Mucaba e fomos nós que fomos render a CAÇ. 2613 em que estava integrado o nosso amigo EDGAR MORENO, por este motivo ainda nos cruzamos em Mucaba .
Já agora tenho a dizer ao amigo EDGAR MORENO, que estou muitas vezes com o Fernando Corgas que era da sua CCÇ.2613, pois quando eu cheguei, a Mucaba foi uma grande surpresa em o ver lá, pois somos da mesma terra, mas eu não vivo lá.
Já estou a sair daquilo que pretendia comentar, o que eu queria é que o nosso amigo anónimo do Lucunga, rectifica-se o número daqueles que ficaram para sempre na Serra de Mucaba, pois ele enganou-se na tecla e não visiulizou o seu comentário, e à um lapso dele na colocação das Companhias:-

COMPANHIA CCS...DAMBA
" " 3450...CHIMACONGO
" " 3451...LUCUNGA
" " 3452...MUCABA


COM OS MELHORES CUMPRIMENTOS
JOÃO CELESTINO

4:05 da tarde  
Blogger José said...

Amigo e Sr. Joaquim Coelho, os meus parabéns antecipados pela obra que escreveu, pois pelos comentários publicados, deve ser interessante. Sou igualmente um ex-combatente. Estive em Angola de 1961 a 1963. Integrei por conseguinte as primeiras forças idas da metrópole, o Bat.Caç. 137.
Percorri grande parte da região dos Dembos. Estive em Nambuangongo cerca de meio ano.
Gostava de possuir o livro que o sr. escreveu. Se vir este e me quiser dizer algo sobre o assunto agradeço. José Simões. Tlm. 933245312 - E-mail jose.simoes4@gmail.com

7:20 da tarde  
Blogger AP said...

Caros Amigos,
Notei, hoje, que a informação de 2 Anónimos está incorrecta. A CART 3450 sempre esteve localizada em Chimacongo embora tivesse realizado várias Operações em Mucaba.
Logo, a CART 3450 em Chimacongo, a CART 3451 em Lucunga, a CART 3452 em Mucaba e a CSS em Damba.
Também não é correcta a informação de que "na serra da Mucaba, ficaram para sempre, 17 camaradas da CART 3450." Infelizmente, faleceram alguns... mas não tantos.
Um abraço para todos os FALCÕES! A. Pinheiro

11:33 da tarde  
Blogger PFGFR said...

Pois eu acho que o facto de o Sr. Joaquim Coelho partir da perspectiva de que a guerra serviu apenas os interesses das grandes companhias e se esquecer de que serviu também para defender populações nativas que queriam continuar a ser portuguesas o leva a dizer autênticas barbaridades. Chega mesmo a revelar-se um mentiroso em alguns dos seus escritos. O livro? Nem dado.

12:03 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home